terça-feira, 7 de agosto de 2012

Vereadores aprovam a venda de bens públicos em Jaboatão

Por James Davidson

É triste ter de divulgar a notícia que a Câmara de Vereadores de Jaboatão aprovou a alienação de prédios públicos em nossa cidade. Apesar de estar neutro nessas eleições (embora pessoalmente tenho minhas preferências e aversões), não podemos deixar de manifestar como cidadão jaboatonense (e jaboatonense mesmo com "o") a insatisfação com este resultado. Afinal, poucos são os prédios públicos que Jaboatão possui.  Vejamos: Câmara de vereadores, quase todas as secretarias municipais, quase metade das escolas, muitos postos de saúde e muitos outros prédios funcionam em edifícios alugados! Na verdade, os únicos prédios realmente pertencentes à edilidade são a própria prefeitura, alguns postos de saúde e escolas mais antigos, e alguns prédios em Jaboatão Centro muito antigos (Casa da Cultura, Leão Coroado, Antiga Sede).

Mas por que este descaso com o patrimônio público e o interesse em manter os serviços públicos funcionando em edifícios alugados? Não encontro outra resposta a não ser beneficiar a iniciativa privada! Não é de agora esta dependência da prefeitura em relação ao aluguel e, muito provavelmente, muita gente deve sair ganhando com isso nos bastidores. Se o problema é dinheiro para investir em outras coisas, seria muito mais inteligente se a prefeitura adquirisse prédios próprios, diminuindo a dependência e os altos custos com aluguel, ao invés de vender o pouco que resta. Mas, pelo que tudo indica, deve existir muito outros interesses que estão além do que é dito. Assim, vemos a lógica neoliberal capitalista excludente e segregadora de sucatear o público em benefício do privado instalando-se em nossa cidade, enquanto o povo pobre sofre sem praças públicas, sem áreas de lazer e com postos e escolas funcionando em locais improvisados! Vejamos o vídeo abaixo sobre o assunto e pense bem em quem você vai votar nessas próximas eleições:


quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Vídeo Documentário Águas do Jaboatão

Por James Davidson


Acima Vídeo Documentário Águas do Jaboatão, realizado pelo MJPOP em parceria com A Juventude Suassuna e o Jaboatão Redescoberto. Foram várias visitas em diversos trechos do Rio Jaboatão e seus afluentes, percorrendo seus 75 Quilômetros, desde sua nascente em Vitória de Santo Antão, até sua foz em Barra de Jangadas. Conversamos com moradores locais - pescadores, coletores, sitiantes e ribeirinhos - e flagramos várias atividades poluidoras e destruidoras do Meio Ambiente. Foi uma experiência maravilhosa, onde pudemos sentir na pele os momentos tanto de beleza, como de agonia do nosso rio. A relação dos moradores locais com nossa artéria fluvial também pôde ser analisada através deste documentário. Tudo em defesa do meio ambiente e do rio que deu origem à nossa cidade.

Não somente autorizamos, mas insistimos que este vídeo seja compartilhado, baixado, distribuído e divulgado em todas as mídias sociais para que seja um importante veículo de conscientização social e ambiental nas escolas, comunidades, universidades, seminários,  etc. Que os professores e atores sociais de nossas escolas e comunidades utilizem este vídeo para a Educação Ambiental em nosso município. Um agradecimento especial a Alexandre Roseno, Edson, Julie Carle, Mário César Ramos, Tathiana Cosme, Raiana Rodrigues, Torquato Silva, Walkíria Rodrigues, Joel Emídio, Pollyana Virgolino, Sr, Salatiel e para todos os outros que contribuíram de alguma forma ou de outra para a realização deste importante trabalho. Esperamos que um dia possamos ver esta triste realidade transformada e que um dia possamos beber da água do Rio Jaboatão em todos os sues trechos, não só em sua nascente!!!