sábado, 28 de abril de 2012

Engenho São Bartolomeu

Por James Davidson



Casa-grande de São Bartolomeu,
Tão antiga e tão amada,
Tanta história tú guardavas,
Mas hoje não mais existes.

Que fizeram com a casa
Tão bonita e tão antiga,
Memórias das famílias
Que um dia a possuíram?


Que fizeram com a casa
Dos tempos imperiais
Num engenho colonial
Que por isso se tornou grande?


Aquele antiga casa
Muita histórias nos contava
Mas São Bartolomeu não espera
O que lhe aconteceu.

Dos judeus e holandeses
Que ali sobreviveram
Portugueses e africanos
Escravos e senhores


Memórias tu guardavas
Quanta história tu contava?
E apesar de tão amada
Te fizeram perecer.

Hoje não mais existes
Mas teu nome sobrevive
Tua lembrança então persiste
Em nossos corações



Como um ícone da luta
Em defesa do passado
De um lugar abandonado
Que é Jaboatão!

Nenhum comentário: