sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Reserva ecológica de Manassu

Por James Davidson


A Reserva Ecológica de Manassu é uma das cinco reservas ecológicas existentes na cidade de Jaboatão dos Guararapes. As outras quatro são as reservas de Mussaíba, Jangadinha, Salgadinho e Gurjaú. Todas constituem áreas de proteção integral da Mata Atlântica, de acordo com um decreto estadual de 1987, e deveriam estar sob a proteção da CPRH (agência estadual de recursos hídricos e proteção ambiental).


A Reserva da Mata de Manassu está localizada nas antigas terras do Engenho Manassu, próximo à Br 232, no bairro de mesmo nome, em Jaboatão Centro. Constitui uma área privada e que pertence ainda ao engenho, mas que está sofrendo um impasse devido à questões fundiárias entre o INCRA e a CPRH. Possui 264,24 ha e é rica em espécies da fauna da flora tropical.



O Engenho Manassu é do século XIX e, durante os anos 50 do século XX, foi transformado em fábrica de cerâmica. Porém, o novo empreendimento não deu certo e ficou em ruínas até hoje. Restam ainda a casa-grande, capela e ruínas de um arqueduto. Com a desativação do engenho, e o fim do cultivo da cana, a mata foi recuperando-se até formar a atual reserva.



A reserva é cortada por dois cursos d'água principais que são os rios Manassu e Mussaíba, que nascem no vizinho município de São Lourenço da Mata e deságuam no Rio Jaboatão. Estão relativamente bem preservados, apesar dos impactos sofridos na reserva. Mesmo protegida legalmente, ela vem sofrendo algumas ações criminosas como desmatamento, invasões e caça.



Os impasses atrapalham a fiscalização da reserva, pois a responsabilidade é jogada de um lado para outro e, enquanto a questão não é resolvida, ela vai sendo destruída aos poucos. As pessoas entram livremente na reserva e retiram as melhores árvores sem o menor medo ou receio. Entre as espécies presentes destacam-se os visgueiros, sucupiras, imbiribas, pau-ferro, urucuba, munguba, entre outras. O pior ocorre durante o São João, quando toras de madeira são vendidas para a montagem de fogueiras, bem à beira da Br 232!


8 comentários:

Moysés Siqueira disse...

Parabens, cara!

Walkiria Rodrigues disse...

Estava procurando uma imagem da bandeira de Jaboatão e encontrei seu blog. Quantas lembranças... Estudei na Escola Antônio Pinto Reis (na Cascata) por três anos. Fui à Manassu, várias vezes,com meu pai (ferroviário já falecido) e com minha família.
Quantas imagens bonitas! Gostei muito do seu blog!
Parabéns e Sucesso!!!
Walkiria

Anônimo disse...

Meu nome é Sheyla, sou estudante de jornalismo e estava a procura de informações e achei teu site. Muito bacana a tua proposta em resgatar um pouco da história de nosso município além do engajamento político no que diz respeito à conscientização dos jaboatonenses que acessam teu blog.
Peguei teu contato e gostaria de saber se vc teria um tempo para conversarmos. Te explico melhor do que a minha matéria se trata. Meu e-mail é shey.fonseca@hotmail.com

Parabéns pelo trabalho.

Mudar pro nordeste disse...

Um casal do litoral paulista planejando mudar para o litoral nordestino quer trocar informações através desse blog. Aqui anotamos e compartilhamos nossas pesquisas e aceitamos sugestões, mas, principalmente, adoramos fazer novos amigos de qualquer parte do planeta. Visite: http://indopronordeste.blogspot.com/

Anônimo disse...

gotei muito das imagens, parabens.

Richard Oliveira disse...

Estava procurando sobre matérias relacionadas sobre a cidade de jaboatão,dai encontro seu blog parabéns amigo continue com essa bela iniciativa. Richard Oliveira

Unknown disse...

Quantas lembranças boas tenho de manassu nasci e fui criada aí até meus 5 anos!Parabéns pela matéria. Minha terra querida

Carlos Cleiton disse...

Quantas lembranças boas tenho de manassu nasci e fui criada aí até meus 5 anos!Parabéns pela matéria. Minha terra querida