quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Casa de Amélia Brandão - Mais um patrimônio histórico ameaçado!

Por James Davidson




A casa onde residiu a famosa pianista Amélia Brandão localiza-se no final da Rua Duque de Caxias, em frente a Praça Santos Dumont, próximo aos Correios de Jaboatão Centro e à Primeira Igreja Batista de Jaboatão. Ela é bastante conhecida de todos, pois destaca-se por sua volumetria e arquitetura que indicam ser uma casa bastante antiga. O que poucos sabem é que ela foi residência de umas das artistas mais importantes e conhecidas surgidas em nossa terra: Amélia Brandão!


Amélia Brandão, mais conhecida como Tia Amélia, chamava-se Maria Amélia Brandão Nery e nasceu em 25 de maio de 1893, em Jaboatão. Aprendeu a tocar desde cedo utilizando o piano de seu pai, também músico. Largou o Engenho Jardim, em Moreno, para vir junto com seu marido residir na Rua Duque de Caxias, mesma de seu nascimento. Após a morte de seu marido, lançou-se no mundo artístico tocando belas músicas e percorrendo toda a América representando o Brasil a pedido de Getúlio Vargas. Apresentou programas de TV e de rádio e foi homenageada por Roberto Carlos na música "Minha Tia", em gratidão pela ajuda que recebeu no início de sua carreira. Faleceu em Goiás, em 18/10/1983, com 90 anos de idade e deixando um rico e grande legado artístico. Para quem quiser conhecer mais, é só consultar o livro "Relembrando Tia Amélia" de Adiuza Vieira Belo disponível no Instituto Histórico de Jaboatão.


Apesar da importância que Amélia Brandão teve para a música brasileira, sua antiga residência encontra-se hoje abandonada e correndo sérios riscos de ser demolida. Isso está acontecendo por causa de um impasse jurídico sobre a propriedade da casa que está impedindo que os verdadeiros donos assumam a posse da residência. Enquanto a lenta justiça brasileira não resolve a questão, mais um patrimônio do povo jaboatonense vai desaparecendo.



8 comentários:

Blogger disse...

Tenho um video ¨documentário¨ da atual situação deste patrimônio. É triste ver nossa história ser desprezada por nossas autoridades municipais que dizem ser representantes da ¨Cultura¨em nossa cidade.

jose marcel disse...

Que tristeza ver a casa de tia Amélia, patrimônio da música brasileira, nesse estado lastimável!!

mcp disse...

Olá. Há anos tentamos encontrar partituras da grande Tia Amélia mas sempre em vão. Você poderia nos ajudar nessa tarefa?
MENINAS CANTORAS DE PETRÓPOLIS
mcp@meninascantoras.com.br

Anônimo disse...

Que pena!! Uma hstória tão rica culturalmente como a da tia Amélia ter um fim tão triste com a demolição do seu patrimônio.
O seu Sobrinho por nome de Rômulo Pereira Brandão Filho que é também músico(violonista) deveria acompanhar a história da sua tia e fazer alguma coisa para que esse lindo patrimônio histórico não fosse demolido.re

Anônimo disse...

Que pena, uma história tão rica culturalmente, como a da tia Amélia,ter o seu patrimônio histórico demolido.
O seu sobrinho por nome de Rômulo Pereira Brandão, que também é músico(violonista) deveria fazer alguma coisa junto as autoridades competentes de Jaboatão para que esse patrimônio se tornasse um centro cultural tia Amélia.

Anônimo disse...

Pois é, Tia Amelia Brandão, bela e maravilhosa, foi esquecida. Mais me doeu o coração quando vi seu casarão ser demolido para ser um estacionamento...e por pessoas que não eram nem sequer os verdadeiros donos.Lindo o casarão.Pomposo. Digno de telas de cinema. E Ninguém em Jaboatão, percebeu isto???

Anônimo disse...

Gente alguém tem contato com o sobrinho da Tia Amélia? ela é minha bisavó, fiquei emocionada em ver a casa dela. minha mãe é a cara dela, é impressionantemente. se alguém tiver o contato agradeço.
Silvia Nery

Anônimo disse...

Eu também sou bisneta dela....você é neta do Tio Clovis? Eu sou neta da Silene.... Abraços, Fernanda Mascarenhas